Fundação Banco do Brasil lança edital de projetos de recuperação de áreas degradas no DF

03/04/18

Serão disponibilizados um total de R$ 1 milhão para projetos de revitalização de áreas rurais nas bacias dos rios Descoberto e São Bartolomeu.

Foi lançado nesta terça, durante o Fórum Aliança Cerrado, o edital de seleção pública para financiamento de projetos de recomposição de vegetações degradadas em pequenas propriedades rurais nas bacias dos rios Descoberto e São Bartolomeu.

O evento de lançamento foi realizado no Centro de Excelência do Cerrado – Cerratenses, e contou com a participação de representantes da Fundação Banco do Brasil, da Secretaria de meio Ambiente (SEMA), do Instituto Brasília Ambiental (IBram) e da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap),

O edital é uma parceria entre a Secretaria de Meio Ambiente do Distrito Federal (Sema-DF), Instituto Brasília Ambiental (IBram), Fundação Banco do Brasil (FBB) e Serviço Florestal Brasileiro (SFB).

Serão selecionados projetos de revitalização de áreas degradadas, dando prioridade para as regiões próximas as bacias de dos rios Descoberto e São Bartolomeu. Os projetos serão financiados com parte do depósito do passivo de compensação florestal da Terracap, totalizando R$ 1 milhão.

A inciativa é parte do programa Recupera Cerrado, desenvolvida pelo Fórum Aliança Cerrado para conservação e recuperação de matas nativas da região.

De acordo com o secretário geral do IBram, Ricardo Roriz, o edital “é o resultado de um esforço conjunto de várias entidades para traçar novas formar de recuperar o meio ambiente de maneira inteligente e inovadora”, comemora.

O presidente da Fundação Banco do Brasil, Pepe Soares, afirmou que “o projeto é uma iniciativa bacana porquê permite que se possa trabalhar dos dois lados. Seja na compensação florestal, ou na regularização de propriedades, enxergando as pessoas”. De acordo com o presidente, trata-se de uma inciativa inovadora, pois “o edital traz um conjunto de saberes, logo que ele foi construído em conjunto com várias entidades competentes no assunto das questões florestais.

O edital está disponível no site da Fundação Banco do Brasil e pode ser concorrido também por membros da sociedade civil. As propostas podem variar entre R$ 300 e R$ 500 mil reais.

Mais notícias